Notícias

  • A inclusão como alavanca de valor de mercado e valor da marca de sua empresa

    Compartilhe

    Neste mundo cada vez mais conectado, contar com uma boa imagem se torna um diferencial competitivo. Porém, há diversos fatores e situações que podem abalar a imagem de uma empresa e gerar uma crise dentro da companhia, afetando sua reputação e credibilidade. Um desses fatores é o ato discriminatório.

    Caso Nubank

    Vimos este assunto repercutir nas redes sociais de todo o país nas últimas semanas, após um comentário feito pela co-fundadora da Nubank, Cristina Junqueira, no programa de TV Roda Viva, viralizar. Cristina afirmou no programa que a startup teria “dificuldade de encontrar candidatos negros adequados para as exigências das vagas na empresa”.

    O vídeo se alastrou nas redes sociais e gerou uma crise de imagem no Nubank e o cancelamento da marca por diversos clientes e usuários. Após a repercussão, a CEO pediu desculpas e a própria empresa, em seu site, publicou uma carta admitindo ter errado, e se comprometeu a implementar mudanças internas para acabar com o racismo estrutural na organização. Na carta publicada, os três CEOs afirmaram ter fechado parceria com o Instituto Identidades do Brasil, com o objetivo de ampliar o entendimento sobre o tema e acelerar a promoção da igualdade racial na startup.

    Caso Warner Bross

    Além da Nubank, uma outra empresa que foi alvo de cancelamento nas redes recentemente foi a Warner Bross, acusada de discriminação e preconceito social contra pessoas com deficiência. A empresa pediu desculpas através de um comunicado oficial, reconhecendo que seu novo filme, Convenção das Bruxas, retrata pessoas com deficiências físicas como bruxas, atividade que não foi bem vista por muitos espectadores. O estúdio lamentou “qualquer ofensa causada” e disseram ter ficado “profundamente tristes ao saber que a representação dos personagens fictícios em Convenção das Bruxas poderia perturbar as pessoas com deficiência”.

    Mas o que podemos tirar de positivo disso tudo? Será que a única solução para essas empresas é sofrer cancelamento e perder clientes? O aspecto vantajoso em situações como essas, que tomam grandes proporções na mídia, é a maior abertura para discussões e debates, e também para possíveis mudanças internas, não só nas empresas responsáveis, mas no mercado como um todo.

    Uber, uma empresa para se inspirar

    A Uber, por exemplo, dá um show de acessibilidade. Tanto o aplicativo da Uber como do Uber Eats são controlados e testados periodicamente por uma empresa de avaliação e monitoramento de recursos de acessibilidade. A empresa cumpre com as diretrizes de acessibilidade para conteúdo web (WCAG, Web Content Accessibility Guidelines) 2.0, nível AA. Além disso, a companhia utiliza recursos tecnológicos para oferecer transporte acessível e seguro a usuários com deficiência de mobilidade, através de veículos adaptados para cadeiras de rodas. É realmente um caso para as empresas se espelharem!

    Portanto, o tema Diversidade e Inclusão precisa ser debatido e levado em consideração. E o primeiro passo para enfrentar o problema é falar sobre ele e estar aberto a ouvir todas as pessoas envolvidas. Até porque atos discriminatórios podem gerar diversos efeitos negativos para as organizações, que vão desde o cancelamento até a perda de valor das empresas no mercado. O valor de uma empresa não está apenas vinculado à infraestrutura ou ao faturamento, mas também à sua imagem.

    Diversidade e inclusão devem ser temas debatidos

    Afetar a imagem de uma marca ocasiona, consequentemente, prejuízos financeiros. Isto porque o valor das suas ações diminui e há uma redução direta das vendas. Além disso, possíveis conflitos podem surgir, assim como a perda de credibilidade com potenciais parceiros, consumidores, colaboradores e fornecedores. Isso porque a confiança e a autoridade ficam abaladas, e parcerias podem ser rompidas.

    Outro ponto negativo, mas que é muito importante estar atento, é questão da legislação. Segundo a Constituição brasileira, todos são iguais perante à Lei. A Lei 9.029/1995 impede “qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso à relação de trabalho, ou de sua manutenção, por motivo de sexo, origem, raça, cor, estado civil, situação familiar, deficiência, reabilitação profissional, idade, entre outros”.

    Assim, é importante antecipar-se para que isso não aconteça. Sua equipe e os líderes da sua empresa devem ter um canal de comunicação aberto. Dessa forma, os funcionários se sentirão a vontade para falar abertamente sobre alguma situação que esteja ocorrendo internamente. Palestras, comunicação institucional, e até mesmo conversas sobre o assunto são caminhos para tornar o debate mais natural. Tenha em mente que na empresa, cada líder e cada colaborador é um agente de mudança. 

    Além disso, é de suma importância que as empresas invistam na pluralidade, seja de raça, religião, idade ou gênero. Quanto maior for a diversidade, maior será o crescimento da sua empresa, melhores serão os resultados, e maior será a capacidade criativa das equipes.

    Equipes mais criativas e envolvidas com o trabalho

    A criatividade é favorecida nos ambientes em que se prevalece a diversidade, assim como a inovação e a motivação dos trabalhadores. Companhias que não promovem a inclusão e diversidade no seu quadro de funcionários encontram mais dificuldade para gerar ideias criativas e desenvolver equipes com maior envolvimento e foco em suas atividades, dificultando também o processo de formação de novas lideranças. Portanto, investir na inclusão e na diversidade irá gerar um diferencial competitivo para a sua organização e uma imagem mais positiva para a sua marca.

    A EqualWeb luta para que o mercado de trabalho, a sociedade e o ambiente digital sejam mais inclusivos e deem oportunidade para todas as pessoas. Através das nossas soluções de acessibilidade digital, tornamos os websites e os conteúdos digitais acessíveis para pessoas com limitações e necessidades específicas de navegação. Além disso, contratando nossos serviços, sua organização estará em conformidade com a Lei Brasileira de Inclusão (LBI) no que tange a acessibilidade digital. Dê o primeiro passo rumo à diversidade e à inclusão dentro da sua empresa! Fale com um de nossos profissionais!


3 comentários
  • erotik
    09th nov 2020 Responder

    Perfectly composed written content, Really enjoyed reading. Devi Hilliard Romy

  • erotik izle
    09th nov 2020 Responder

    Some genuinely nice and useful information on this web site, as well I believe the style and design has good features. Claire Harp Patterman

  • sikis izle
    09th nov 2020 Responder

    I loved your article. Much thanks again. Really Great. Clare Ephraim Gaskins

Deixe uma resposta

A EqualWeb é uma das soluções líderes globais em acessibilidade digital. Há 6 anos, vem tornando sites e conteúdos digitais acessíveis para pessoas que possuem alguma necessidade especial.

São Paulo

Av. das Nações Unidas, 8501, 17º andar
Pinheiros, São Paulo/SP

E-mail: [email protected]

Rio de Janeiro

Rua Visconde de Pirajá 351, Andar P
Ipanema, Rio de Janeiro/RJ

Telefone: +55 21 99506-0993