Notícias

  • A acessibilidade na web já é uma realidade na sua empresa?

    Compartilhe

    A acessibilidade na web deveria ser uma prática de todas as empresas. Afinal, é lei e também uma ação de responsabilidade social.

    Mas se a sua organização ainda não implementa a acessibilidade na web, tudo bem! Nesse artigo, nós vamos explicar melhor o tema e o que a sua marca pode fazer para dar o primeiro passo. Acompanhe com a gente!

    Antes de tudo, você deve saber que, quando nos referimos ao termo “acessibilidade na web”, estamos falando de possibilitar que todos tenham acesso à internet. Em outras palavras, permitir que todas as pessoas naveguem pela internet com autonomia e com independência, obtendo uma experiência agradável e livre de barreiras e restrições.

    A importância de uma web acessível

    Uma web acessível torna a internet mais democrática. E oferece igualdade de acesso e de oportunidades a todas as pessoas, independentemente de suas limitações ou características pessoais e físicas.

    Da mesma forma que as rampas em shoppings permitem a locomoção de deficientes físicos em suas cadeiras de rodas, a acessibilidade na web viabiliza a todos a possibilidade de navegar na internet.

    Segundo o W3C (World Wide Web Consortium), organização mundial que desenvolve especificações técnicas e orientações para os sites na internet, “a acessibilidade na web significa que pessoas com deficiência podem usar a web. Mais especificamente, a acessibilidade na web significa que pessoas com deficiência podem perceber, entender, navegar, interagir e contribuir para a web. E mais. Ela também beneficia outras pessoas, incluindo pessoas idosas com capacidades em mudança devido ao envelhecimento, como por exemplo na redução na visão ou nos movimentos finos”

    Mas para que isso aconteça, os sites precisam ser acessíveis. Quando o site da sua empresa não é acessível, ele está fechando as portas para milhões de pessoas, impedindo que elas tenham autonomia para navegar no universo online.

    Site acessível segundo os princípios do WCAG

    Mas para que um site seja acessível, ele deve seguir os seguintes princípios, de acordo com o WCAG (Web Content Accessibility Guidelines), documento do W3C:

    • Perceptível: as informações e interfaces são apresentadas de uma forma que possa ser percebida;
    • Operável: a Interface e a navegação devem ser operáveis para todos os usuários;
    • Compreensível: a informação deve ser apresentada de forma simples e compreensível;
    • Robusto: o conteúdo deve ser robusto de forma a maximizar sua compatibilidade com diferentes tipos de pessoas e tecnologias assistivas.

    Contudo, hoje, no Brasil, menos de 1% dos sites são acessíveis. Imagine só! Mais de 60 milhões de pessoas com alguma deficiência ou limitação sem poder acessar de forma plena o ambiente online, local onde trabalhamos, estudamos, nos informamos, comunicamos, compramos, procuramos emprego, pagamos contas, entre tantas outras coisas.

    Para se ter uma ideia, só o brasileiro passa em média 9 horas conectado diariamente, segundo uma pesquisa realizada pela HootSuite, sendo que nosso país é o segundo do mundo que passa mais tempo na internet.

    Nesse caso, a web, que deveria ser um ambiente facilitador, se torna um empecilho para realizar tarefas cotidianas e tão essenciais. E por isso, precisamos rapidamente mudar esse cenário.

    Quem se beneficia com a acessibilidade digital na web?

    Se engana quem pensa que pessoas com deficiência são as únicas beneficiadas. Outros públicos também enfrentam essas barreiras impostas pela falta de acessibilidade. Separamos abaixo, outros que também podem se beneficiar da acessibilidade na web:

    • Pessoas com deficiência visual: pessoas cegas, com baixa visão ou com daltonismo;
    • Usuários com alguma limitação de mobilidade:  dificuldade ou impossibilidade de utilizar as mãos, incluindo tremores, lentidão muscular, tendinite, entre outras, devidas a condições tais como doença de Parkinson, distrofia muscular, paralisia cerebral, AVC, entre outros;
    • Pessoas com deficiência auditiva: incluindo indivíduos com pouca audição;
    • Usuários com alguma questão cognitiva ou intelectual: deficiência relacionada ao desenvolvimento, dificuldade de aprendizagem (dislexia, por exemplo), ou deficiências cognitivas, como TDAH.
    • Idosos, analfabetos, analfabetos funcionais, pessoas com epilepsia etc.

    Mas além das pessoas, vale destacar aqui outro grupo que se beneficia da acessibilidade digital na web: as empresas brasileiras.

    Quando uma empresa torna o seu site acessível, ela passa a abrir portas para um público muito maior, que vai consumir o seu conteúdo online ou comprar seu produto. Isso vai resultar em mais clientes, audiência e visitantes ao site.

    Mas além disso, ser uma empresa vinculada à inclusão digital ajuda a melhorar a imagem da sua marca, a torná-la mais conhecida e alavancar as vendas. Isso, consequentemente, vai ajudar no ranqueamento de páginas de pesquisa como o Google e mais pessoas vão encontrar o seu produto ou serviço. Já imaginou? Não tem porque não investir na acessibilidade digital!

    Mas como colocar a acessibilidade na web em prática?

    Hoje em dia, com o avanço da tecnologia, não podemos mais dizer que a acessibilidade na web é cara, demanda tempo ou que exige a contratação de um profissional especializado para resolver… Hoje, já existe uma tecnologia no mercado que deixa seu site acessível com pouco investimento e sem necessidade de desenvolvimentos!

    Com a solução da EqualWeb instalado no site, seu conteúdo fica acessível conforme a necessidade específica de cada usuário.

    Então, caso um usuário com deficiência visual acesse o seu conteúdo online, ele encontrará funcionalidades como leitor de texto, ampliador de tela ou descrição de textos alternativos nas imagens que facilitarão sua leitura e navegação. Nossa solução conta com até 31 funcionalidades, sem precisar alterar o código fonte ou a estrutura do seu site.

    Fale com nossos especialistas e saiba mais!


A EqualWeb é uma das soluções líderes globais em acessibilidade digital. Há 6 anos, vem tornando sites e conteúdos digitais acessíveis para pessoas que possuem alguma necessidade especial.

São Paulo

Av. das Nações Unidas, 8501, 17º andar
Pinheiros, São Paulo/SP

E-mail: [email protected]

Rio de Janeiro

Rua Visconde de Pirajá 351, Andar P
Ipanema, Rio de Janeiro/RJ

Telefone: +55 21 99216-5814