Notícias

  • Tecnologias assistivas são aliadas na acessibilidade e na inclusão

    Compartilhe

    Já parou para pensar na importância de garantir autonomia para que todos nós possamos viver de forma igualitária e inclusiva? Por sorte, novas tecnologias têm sido desenvolvidas e servem como forte aliadas para as pessoas que lutam diariamente pela inclusão.

    Por meio de tecnologias assistivas, hoje é possível minimizar barreiras e ampliar a participação de pessoas com deficiência em todos os meios, garantindo assim inclusão social, autonomia, qualidade de vida e independência. 

    Mas você sabe o que é uma tecnologia assistiva, como ela pode ajudar e o que sua empresa pode fazer para implementá-la? Continue a leitura deste blog e confira! 

    O que é tecnologia assistiva?


    Tecnologias Assistivas são todos os recursos e serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência e consequentemente promover vida independente e inclusão. De acordo com Cook e Hussey, também são definidas como “uma ampla gama de equipamentos, serviços, estratégias e práticas concebidas e aplicadas para minorar os problemas encontrados pelos indivíduos com deficiências”.

    Já para o extinto Comitê de Ajudas Técnicas – CAT, o conceito de tecnologia assistiva é: “Uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social” (ATA VII – Comitê de Ajudas Técnicas (CAT) – Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (CORDE) – Secretaria Especial dos Direitos Humanos – Presidência da República).

    No Brasil, o conceito utilizado como base foi o de Assistive Technology,  criado em 1988 nos EUA, dentro da legislação norte-americana conhecida como Public Law 100-407. Juntamente com outras leis, esse conceito compõe o ADA – American with Disabilities Act, que regula os direitos dos cidadãos com deficiência nos EUA e também garante a base legal dos fundos públicos para compra dos recursos que estes necessitam.

    Dentre estes recursos citados, estão incluídos todo e qualquer item, equipamento ou parte dele, produto ou sistema fabricado em série ou sob medida utilizado para aumentar, manter ou melhorar as capacidades funcionais das pessoas com deficiência. Já os serviços, são aqueles que auxiliam diretamente uma pessoa com deficiência a selecionar, comprar ou usar os recursos citados anteriormente.

    Como exemplos de recursos, podemos citar desde bengalas até softwares. Para se encaixar nesta categoria, basta que haja adaptação, visando sempre a acessibilidade de todos. Já como exemplo de serviços, podemos incluir todos que selecionam, obtém ou usam tecnologias assistivas, como acontece em áreas como Fisioterapia, Educação, Medicina, Engenharia, Arquitetura, Design, e muitas outras. 

    Como funciona a tecnologia assistiva

    Para criar produtos com tecnologias assistivas, é importante que o designer leve em consideração tanto aspectos e conceitos do design universal, tornando assim o uso possível para um público maior, mas também não esqueça de pensar no uso de acordo com um público específico e suas necessidades. Por isso, produtos com tecnologia assistiva podem ser produzidos em grande ou pequena escala, dependendo do público a quem se destina, e também são classificados de acordo com seu uso:

     


    Por que é importante investir em tecnologias assistivas?

    Desde os primórdios da humanidade, sempre foram criadas tecnologias que nos ajudam até hoje a realizar funções do nosso dia-a-dia. Como exemplo disso, podemos citar a criação da faca, que nos ajuda a cortar alimentos sem precisar usar nossos dentes, além de muitos outros utensílios que seguem essa mesma linha. 

    Então, por que não pensar também em tecnologias que auxiliem pessoas com deficiência a ter total autonomia em seus cotidianos? De acordo com o Censo de 2010, 46 milhões de brasileiros têm alguma deficiência física, mental ou intelectual, representando assim cerca de 24% da população brasileira.

    Tecnologias assistivas. Banner com fundo verde e o seguinte título:, 46 milhões de brasileiros têm alguma deficiência física, mental ou intelectual, representando assim cerca de 24% da população brasileira, ao lado um gráfico representado esses dados.
    Porém, pessoas com deficiência foram e infelizmente ainda são, em muitas esferas, invisíveis aos olhos da sociedade, devido ao capacitismo. Se o preconceito por si só já não fosse um grande problema, o capacitismo ainda é agravado pelo fato de que, por muitas vezes, ele acontece de forma velada, no simples fato de não entenderem a importância da inclusão e mantendo assim as pessoas com deficiência com um menor protagonismo na sociedade.

    Justamente por não acontecer de forma explícita, esse tipo de preconceito dificulta a percepção da população em geral sobre sua natureza negativa e nociva, tornando-o ainda mais estrutural e inconsciente. Assim como acontece com outros tipos de preconceitos, o problema principal do capacitismo é que ele priva as pessoas de direitos e oportunidades, além de aumentar a injustiça social. 

    Benefícios da tecnologia assistiva

    Implementar tecnologias assistivas em todas as esferas da sociedade só agrega benefícios a todos, afinal, dessa forma é possível eliminar barreiras, garantir autonomia, independência e igualdade de acesso a diferentes meios a todos. Confira como essa inovação pode ser benéfica em diferentes áreas:


    Mobilidade e funções manuais

    Elevadores, rampas, pisos táteis e veículos adaptados são apenas algumas das muitas opções de tecnologias assistivas que podem ser implementadas para garantir que pessoas com deficiência tenham mais independência para ir e vir sem depender de outras pessoas para realizar tarefas simples de seus cotidianos. 

    Comunicação

    Aparelhos de surdez, teclados em braille e a prancha (dispositivo com letras, números e símbolos, que forma palavras conforme o usuário vai apontando para as letras) são apenas alguns dos muitos exemplos de como a tecnologia pode ser uma grande aliada na comunicação de pessoas com deficiência. 

    Leitura e aprendizado

    Pessoas com pouca ou nenhuma visão têm a seu favor aparelhos que utilizam o braille ou softwares com ampliação de tela, lupas e fontes ampliadas.

    Não apenas nos exemplos citados, mas a tecnologia assistiva só tem a agregar em todas as esferas da nossa sociedade.

    Como sua empresa pode implementar tecnologias assistivas

    Líder mundial em acessibilidade digital, a EqualWeb oferece uma tecnologia assistiva que possibilita tornar qualquer site acessível a pessoas com deficiência ou alguma limitação na navegação na web.

    Nossa ferramenta conta com 31 soluções de acessibilidade digital, como Comando de voz, Descrição de Imagem, Leitor de texto, Lupa, Guia de Leitura e muitos outros recursos imprescindíveis para tornar a navegação inclusiva para todos.


    Quer conhecer mais sobre nosso software e tornar o site da sua empresa acessível? Converse com nossos especialistas! 

    ,

A EqualWeb é uma das soluções líderes globais em acessibilidade digital. Há 6 anos, vem tornando sites e conteúdos digitais acessíveis para pessoas que possuem alguma necessidade especial.

Selo Empresa Promotora de Impacto Amiga da Inclusão DigitalSelo Certificado de Acessibilidade Digital LBI CompliantSelo Certificado ABNT

São Paulo

Av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues 939, 8º andar - Torre I
Ed. Jacarandá
Tamboré, Barueri/SP

E-mail: [email protected]

Rio de Janeiro

Rua Visconde de Pirajá 351, Andar P
Ipanema, Rio de Janeiro/RJ

Telefone: +55 21 99216-5814

×